//
arquivos

projetolvh

Lá Vem História
projetolvh tem escrito 59 posts para Projeto Lá Vem História

Feira de Frankfurt abre conferência inédita em São Paulo

O Brasil foi escolhido para sediar a primeira edição da CONTEC (Conferência Internacional Tecnologia, Cultura e Alfabetização). A CONTEC Brasil, acontece dias 7 e 8 de agosto, noAuditório Ibirapuera sob o tema: formando leitores do futuro. É uma ação organizada por duas divisões da Feira do Livro de Frankfurt (LitCam e Frankfurt Academy), com apoio do Itaú Cultural.  As inscrições são gratuitas e feitas pela internet.

O evento apresenta convidados nacionais e internacionais para tratar da alfabetização, educação e conteúdo de mídia e tecnologia para crianças e jovens. Passa pela influência cada vez maior do livro digital na produção editorial, os desafios da produção crossmedia e o poder da mídia social. Serão discutidos a incorporação de novas tecnologias na sala de aula, o treinamento de professores, a mídia digital e o uso das redes sociais na alfabetização, em mesas e painéis como:O papel da (nova) mídia para alfabetização mundial – Projeto Filmes com legenda – “Same-Language Subtitling” (com Brij Kothari, da Planet Read, organização sem fins lucrativos com sedes nos Estados Unidos e Índia) e Políticas de incentivo à leitura no Brasil – Como incentivar a leitura no Brasil através de projetos de alfabetização (com Galeno Amorim, presidente da Fundação Biblioteca Nacional);  entre outras. Veja aqui a programação completa.

A conferência marca o início da atuação da Feira do Livro de Frankfurt no Brasil, sendo que o presidente e a vice-presidente da feira, Juergen Boos e Marifé Boix Garcia, já farão o lançamento oficial da CONTEC Brasil 2013 (primeira feira internacional com programa de conferências para literatura e conteúdo infantil, educacional e tecnologia). E vale lembrar que, também no próximo ano, o Brasil será ainda tema do evento em Frankfurt.

CONTEC BRASIL – Conferência Internacional Tecnologia, Cultura e Alfabetização: formando leitores do futuro

Datas: 7 e 8 de agosto de 2012 (terça e quarta)
Local: Auditório Ibirapuera – Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n – Portão 2 – Parque Ibirapuera – São Paulo – SP
Informações e inscrições gratuitas www.contec-brasil.com

 

Fonte: Conexões Itaú Cultural

Apenas 1 em cada 4 brasileiros domina leitura, escrita e matemática, segundo pesquisa

Apenas um em cada quatro brasileiros atingem um nível pleno de habilidades no uso da leitura, escrita e matemática. Esse é o resultado do Inaf Brasil 2011 (Indicador de Analfabetismo Funcional), realizado pelo Instituto Paulo Montenegro e a ONG Ação Educativa.

Segundo o indicador, no ensino superior apenas 62% das pessoas são classificadas como plenamente alfabetizadas.

A pesquisa realizada há dez anos mostra que no período houve uma redução do analfabetismo absoluto e da alfabetização rudimentar e um incremento do nível básico de habilidades de leitura, escrita e matemática.

Os dados de 2011 mostram que 47% dos brasileiros entre 15 e 64 anos apresenta um nível básico de leitura, escrita e matemática. Em 2001, esse nível representava 34% dos entrevistados.

Em 2001, 39% dos pesquisados eram analfabetos funcionais. Em 2011, o índice passou para 27%. Analfabetos funcionais são aqueles que não conseguem realizar tarefas simples que envolvem a leitura de palavras e frases.

A evolução do indicador indica que os grupos que mais avançaram em termos de alfabetismo foram aqueles com renda de até dois salários mínimos (de 58% para 83%), seguidos por aqueles com renda entre dois e cinco salários mínimos (de 44% para 60%).

Indicador

O Inaf avalia habilidades de leitura, escrita e matemática e classifica os respondentes em quatro níveis de alfabetismo: analfabetos, alfabetizados em nível rudimentar, alfabetizados em nível básico e alfabetizados em nível pleno. Os dois primeiros níveis são considerados como analfabetismo funcional.

A pesquisa é feita por meio de entrevistas e teste cognitivo aplicado em uma amostra nacional de 2.000 pessoas. 

 

Fonte: UOL Educação

2º Concurso de Desenho Infantil

cartaz-concurso-de-desenho

Boniteza e alegria

Boniteza e alegria – Em um trecho de sua obra Pedagogia da Autonomia, o educador Paulo Freire defende que a experiência pedagógica deve despertar nos envolvidos o gosto da alegria, sem a qual a prática educativa, para ele, perderia o sentido. Continuar lendo

Atividade de reescrita do conto Pinóquio em Cachoeira Paulista

A Profa Renata Camargo, participante do Projeto Lá Vem História em Cachoeira Paulista –SP, realizou a atividade de reescrita do conto Pinóquio para os alunos do 3º ano da EMEF Dr. Evangelista Rodrigues, na sala da Profa Mariza. Continuar lendo

Ampliação do ano letivo em dez dias aumenta aprendizado do aluno em até 44%, segundo estudo

Ampliação do ano letivo em dez dias aumenta aprendizado do aluno em até 44%, segundo estudo – O aumento de dez dias no ano letivo pode elevar o aprendizado do aluno em até 44% no período de um ano. Continuar lendo

LEIA PARA UMA CRIANÇA

O Banco Itaú iniciou uma nova etapa da campanha nacional de incentivo à leitura para crianças com até seis anos de idade. Pais, educadores, voluntários de instituições sociais e demais pessoas que aderirem à recebreão um kit com três livros de histórias infantis criteriosamente selecionaods. O programa é desenvolvido com o suporte da Fundação Itaú Social, responsável pelo investimento social da empresa. Os materiais estão disponíveis para solicitações pelo site e são enviados pelo correio.

A campanha é focada na leitura para crianças de até seis anos porque é nesta faixa etária que se formam as personalidades e se criam as preferências de hábitos, inclusive culturais. Estudos comprovam que a relação com os livros nesse período é um fator determinante no desenvolvimento cognitivo e afetivo.

A Coleção Itaú de Livros Infantis foi criada pela Fundação Itaú Social para ajudar a despertar desde cedo o prazer pela leitura. Ela foi feita para quem também acredita que a educação é o melhor caminho para a transformação do Brasil.

PROJETO REDUZ ANALFABETISMO

Após pouco mais de sete meses desde sua implantação, o Projeto Alfa e Beto diminuiu consideravelmente o índice de analfabetismo nas Escolas municipais de Caruaru, Agreste do Estado. Em outubro de 2010, foi feito um diagnóstico com algumas Escolas municipais onde foi detectado um alto percentual de crianças com alfabetizagem defasada.

Visando melhorar essa realidade, a Prefeitura de Caruaru firmou parceria com o Instituto Alfa e Beto (IAB) adotando um novo método de ensino, as crianças passariam a ser alfabetizadas por meio da fonetização.
No início de 2011, os alunos passaram a conhecer e aprender através deste novo método de ensino. Gestores, professores e supervisores tiveram que passar por capacitação para aplicarem o programa em sala de aula. Nesse período, o índice de analfabetismo existente nas Escolas da rede municipal diminuiu mais de 50%.

Cerca de 80% dos alunos da rede não sabiam ler ou não tinham fluência mínima na leitura. Hoje, esse número está próximo de 30%. De acordo com o Instituto Alfa e Beto, uma criança é considera alfabetizada se for capaz de ler, fluentemente, sessenta a oitenta palavras por minuto, saber fazer interpretação de texto e ter grafia correta.

“Neste caso, a criança aprende primeiro o som da letra para depois aprender a escrevê-la. Ela deixa de decorar para aprender”, afirmou a supervisora regional do projeto, Deise Catarina.

Segundo a gerente de ensino da Secretaria de Educação de Caruaru e coordenadora do IAB, Nadja Albuquerque, o índice de 30% ainda é alto, mas diante destes resultados, em curto prazo, poderá ser corrigido.

“Nós tínhamos alunos no segundo ano que não conseguiam, sequer, juntar sílabas e mesmo assim estavam sendo aprovados. Nossa pretensão é ter, em aproximadamente um ano e meio, todas as crianças que estão matriculadas nas Escolas municipais alfabetizadas”, explica a coordenadora.

 

Fonte: Folha de São Paulo – Lívia Mota

Entrevista – Prof. Carlos Faraco

Entrevista – Prof. Carlos Faraco – Convidado pela organização do Seminário da Olimpíada de Língua Portuguesa para abrir as atividades do evento, Carlos Alberto Faraco falou sobre o processo de constituição da norma culta no Brasil. Continuar lendo

MEC DIVULGA MÉDIA DAS ESCOLAS NO ENEM 2010

MEC divulga média das escolas no ENEM 2010 – MEC divulga média das escolas no ENEM 2010MEC divulga média das escolas no ENEM 2010O Ministério da Educação (MEC) divulgou, nesta segunda-feira (12), as médias das escolas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2010. Continuar lendo